adsense

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Altamira, no Pará, terá Gerência Regional e auditores fiscais do trabalho


A mudança para Gerência possibilitará uma fiscalização mais intensa das obras da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, com a presença de auditores fiscais na cidade. Anúncio foi feito nesta quinta-feira (25), durante visita do Ministro Carlos Lupi

Brasília, 25/08/2011 – Durante visita ao canteiro de obras da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, em Altamira, no Pará, nesta quinta-feira (25), o Ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi, anunciou aumento significativo da estrutura do MTE no município, visando otimizar o trabalho no canteiro de obras. A estimativa é que o empreendimento gere 30 mil empregos diretos, somente durante a construção da usina.
O aumento da presença do MTE na região das obras será feita através de uma medida administrativa: a Agência Regional de Altamira, que fica a 900 quilômetros de Belém,  passará a ser Gerência, o que permite, por exemplo, a lotação de Auditores Fiscais do Trabalho no município.
" A medida é preventiva. Como as obras estão em estágio inicial, é fundamental que o Ministério do Trabalho já esteja presente para garantir que todos os direitos dos trabalhadores ligados às obras sejam respeitados. Tive muito boa impressão deste inicio de obras, mas vamos garantir que quando o pico de trabalhadores chegar as condições permaneçam satisfatórias" afirmou.
Para a Secretária de Inspeção do Trabalho, Vera Albuquerque, essa mudança é de extrema importância. “Além de permitir ao ministério uma estrutura melhor para atender a população crescente de Altamira, vai possibilitar um controle maior das relações de trabalho na localidade, inclusive com aumento da fiscalização. Nas Agências não podemos ter auditores fiscais do trabalho e nas Gerências já é permitido. Vamos providenciar, o mais breve possível, auditores do nosso quadro para lá. Isso irá possibilitar um acompanhamento continuo das obras de Belo Monte e em toda cidade. Dessa forma, conseguiremos garantir ainda mais o trabalho decente para todos os trabalhadores do Brasil, como o ministro sempre enfatiza”, ressaltou.
Belo Monte será a maior hidrelétrica totalmente brasileira e a terceira maior do mundo. A usina terá capacidade instalada de 11,2 mil megawatts de potência e reservatório com área de 516 quilômetros quadrados.
Lupi visitou o canteiro de obras, que atualmente possui cerca de mil trabalhadores. O ministro conversou com os presentes e visitou as instalações onde eles se alimentam. Durante o bate papo, Lupi reiterou aos trabalhadores a importância das obras para a infraestrutura do país e garantiu que todos eles terão, pelo MTE, todos os direitos trabalhistas preservados. Além do Ministro, participaram da visita a secretária de Relações do Trabalho, Zilmara Alencar, e a diretora de Qualificação do MTE, Ana Paula da Silva.
Fonte: Assessoria de Comunicação Social do Ministério do Trabalho e Emprego

6 comentários:

vivian mendes disse...

fui mandado enbora no dia 07.05.2013 ME pagaram a recisaô mas ainda naô fizeram aminha homologaçaô por causa disso eu estou com o nome sujo devendo os meus cartaô o que eu devo fazer

Allan Catarina disse...

Pedi demicao depositaram 50.000 a mais na minha conta sendo para receber 5.000 devolvi 15.000 e agora não van dar baixa na carteira isso tem 6 meses que já aconteceu e agora

Zé Márcio disse...

Sofri um acidente de moto em minha folga fiquei mas de 30 dias afastado quando voltar a empresa pode me demitir ?

alves disse...

Boa noite! Eduardo por gentileza preciso de sua ajuda, estou gestante de 35 semanas dia 20/03 minha obstetra me deu um atestado de 2 dias quinta e sexta nao trabalho no sábado, quando retornei na segunda-feira em 24/03 fui ora médica do trab e ela mandou eu ir em emergencia pois tive crise de asma e alergia o médico me deu 7 dias com cid de b34.9 cid diferente do primeiro atestado, voltei a trabalhar em 31/03, quando foi dua 24/04 me sentir mal e minha obstetra me afastou por 8 dias com mesmo cid do primeiro atestado de 2 dias onde venceu em 01 de maio que era p voltar a travalhar mas era feriado dia do trabalhador voltei em 02 de maio, não coloquei atestado no mês de maio, estou sentindo muita dor lombar e minha pressao estar alta dia 09/06 minha médica ne deu atestado de 25 dias com cid diferente dos anteriores cid de pressao alta onde o atestado vencerá em 23 de junho mas entrarei de licença maternidade meu parto estar programado entre 25/06 ou 02/06, a empresa pode me colocar no inss?

Liliane Charles disse...

Ola, estou grávida, trabalho como garçonete, e dia desse passei mau no trabalho desde desse dia vim colocado atestado ate que meu médico meu deu 15 dias que foi do dia 09/06 ate 23/06.
No dia 24/06 fui da entrada na perícia, que so foi marcada pro dia 08/07.
Mas foi negada por falta de período de carência, resumido( por nao ter tempo suficiente de carteira assinada). Entao desde do dia 24/06 ate 11/07, fiquei sem atestado , dai gostaria de sabe como ficar minha situação. Esses dias serao descontado como falta ?.

Anonimo disse...

Olá bom dia , tenho algumas dúvidas . Estou gravida e minha gravidez tem sido muito difícil faltei bastante no trabalho na maioria levei atestado outras poucas não , meu médico me afastou 60 dias , entreguei o atestado na empresa e no último dia que seria pago por eles no décimo quarto dia eles falaram para eu pegar os documentos para levar e dar entrada no inss e falaram que até o dia que o inss marcar a perícia e eles derem a data para eu voltar , eu vou ganhar falta , durante o período em aberto . Isso e correto ??? Fui afastada por depressão , fobias e coisas do gênero , eles estão me prescionando muito , estão fazendo de tudo para que eu peça demissão , e estou quase fazendo isso , mas preciso , principalmente agora , eles me fizeram assinar uma advertência por faltas já e na advertência não tinha nada especificando que eu estava gravida e que minhas faltas e por conta da gravidez ... Eles estão certo ? O que eu posso fazer ? Desde já obrigada

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares